Bom dia!!!

A Professional Fair 2016 aconteceu entre os dias 10 e 12 de Julho, e foi um ato de coragem participar dela, sabe porque? Porque além de eu a algumas participantes do Clube de Blogueiras Negras de BH termos sido barradas na porta da sala de imprensa (oi?), a busca por produtos que tratassem dos nossos CRESPOS foi praticamente em vão!

Fiz um pequeno vlog sobre a feira e mostrei o que comprei por lá:



Vamos partir do começo!

Logo na entrada, no credenciamento começaram os problemas, as participantes do clube já haviam sido previamente cadastradas como IMPRENSA para a cobertura do evento, pois acontece que algumas de nós simplesmente foram questionadas sobre isso, imprensa preta, oi?
Sim, as atendentes questionaram se éramos imprensa e algumas nem acreditaram que nossos nomes estavam lá, na lista...preto na lista, uau!

Além de algumas credenciais virem com erros, uma de nós nem recebeu a credencial especial.
Bom, seguindo com o andar da carruagem, quando chegamos na sala de imprensa e fomos entrar, a recepcionista na porta (loira), colocou o braço na frente e nos barrou, dizendo que não poderíamos entrar pois ali era uma área especial e que não poderíamos tirar fotos lá dentro, olhamos umas pras outras e logo veio a pergunta: "Mesmo sendo imprensa?" e logo uma de nós mostrou a crendecial amarela, ela pareceu surpresa, pediu desculpas e liberou a passagem, ficou com uma cara que tenho certeza não precisar descrever,  os olhares lá dentro eram de pura atenção pra nós, lindas, pretas e de black pro alto, quando as pessoas do lado de fora começaram a bater no vidro pedindo para que saíssemos pois queriam tirar fotos e dúvidas com a gente, pronto, choveram fotógrafos profissionais em cima da gente!!

Bom, continuando, a ideia de ir a feira era para encontrarmos produtos para os nossos cabelos, encontramos? Sim! Muitos? Não!!! O que vimos foram marcas que já existem no mercado (poucas) investindo em creme de pentear e ativador de cachos (achando que estavam inventando a roda), encontramos uma marca maior investido em produtos liberados e gente que do nada vinha espirrando coisas em nossos cabelos! Sim, a falta de respeito com nossos blacks foi enorme, gente pondo a mão e achando que seria legal passar os produtos deles que nem conhecemos em nossas madeixas! Perguntamos a um desses que simplesmente passou o produto sem nos perguntar se poderia antes, se o mesmo era liberado, ele não sabia o que isso queria dizer e pedi pra ver a formula, não era! Logo ele disse quem nem tudo que está no produto está na formula (oi?)!

Vimos profissionais dizerem que amam cachos, que amam crespas mas que alisavam os cabelos de duas loiras em seu stand, vimos profissionais tentar nos vender cremes de pentear e ativador de cachos sem saber nos explicar como se usa, vimos uma alisada fazendo propaganda de um salão afro com peruca black power, vimos outro salão dizer ser especialista em crespos fazendo permanente em uma criança, que reclamava estar doendo, vimos um cabeleireiro que se diz especialista em cachos e crespos dizer que conseguiu desembaraçar os cabelos de uma criança de 4 anos (disse que a mãe nunca conseguiu pentear os cabelos da filha) e nos mostrou o antes e o depois, um cabelo genuinamente afro, tipo 4 com os cachos brilhosos e abertos, perguntamos o que ele usou e disse ter amaciado a raiz da mesma!

Mas, no fim do túnel sempre tem uma luz. Encontramos um salão daqui de BH que cuida dos crespos de maneira natural, valorizando nossa estética e nossa saúde!
A cabeleireira Dora Alves, que também tem um trabalho social incrível, apareceu para salvar a feira! Ao lado de tantas marcas maiores, ela se destacou, ali em seu cantinho com seu trabalho literalmente puro e eficaz, um exemplo a se seguir!


Foi uma saga participar dessa feira, fica a cargo de vocês tirarem suas conclusões, mas nem preciso dizer o quanto ela deixou a desejar, cadê o respeito com as pretas? Cadê o respeito com nossos cabelos? Cadê as novidades? Creme de pentear e ativador de cachos não são novidades, cadê produtos revolucionarios que hidratem ao maximos nossos cabelos? Não queremos baixar nossos blacks, não queremos amaciar a raiz, sabemos sim desembarar nossos cabelos!!!


                                       Primeiro dia na feira: barradas na sala de imprensa


                    Segundo dia: em busca de produtos para nossos cabelos.

                                          Credencial com erro de português, não fui a única.

É isso, fica a reflexão!!
Um beijo e até a proxima!!
Boa tarde!!

Sim gente, depois de quase 2 meses com elas, resolvi tirar as minhas tranças.
Foi maravilhoso ficar com elas e eu amei o visual, mas a saudade do black e a vontade de cuidar dele só cresciam...então em uma bela noite (madrugada) resolvi tirar, e tirei, vejam no vídeo:


Sim, eu sei que elas estavam lindas e eu sei que dava pra esperar mais um pouco, mas a vontade de ter o black de volta foi maior.

Mas então vamos a pergunta que não quer calar, estragou o cabelo, sim ou não?

NÃO!!!

Quando retiramos as tranças e vamos tratar dos fios perdemos muito cabelo, mas isso é devido ao tempo que os fios que deveriam cair naturalmente (perdemos cerca de 100 fios de cabelo por dia) estavam presos nas tranças, logo é completamente normal perder muito cabelo quando as tiramos, mas você percebe que a perda nem faz diferença no volume e quantidade dos fios, logo eram fios "mortos" mesmo.



Essa foi a quantidade de fios que perdi, deu pra encher uma sacolinha de supermercado inteira! Fez diferença na quantidade de cabelo ou no volume? Nem um pouco!

Meus cabelos que estavam bem fragilizados deram uma leve recuperada, então posso dizer com toda certeza que valeu a experiência e que sim, colocarei novamente.


                              As fotos são com turbante porque minha raiz estava manchada, haha!

Mas enfim, o cabelo cresceu? Sim, bastante!!!algumas partes até mais de 2 dedos!!!

É isso, em breve tem a atualização do estado atual do meu cabelo e a nova mudança (sim, já).
Um beijo e até a próxima!!
Boa tarde!!

Não é muito comum eu fazer esse tipo de vídeo, mas comprei coisinhas tão legais no mês de junho que tive que compartilhar com vocês!!

Dá uma olhada:

Acho que vai rolar as comprinhas de julho também hein...fiz a feira esse mês,hahaha!!!

Beijo e até a próxima!!
Bom dia!! 

O post de hoje é um update sobre as tranças BOX BRAIDS, perto de completar 2 meses fiz um vídeo contanto a experiência e como cuido delas:


Bom, no geral meus cuidados foram; lavar 1 vez na semana (as vezes de 15 em 15 dias) numa semana apenas a raiz e na outra todo o comprimento, e sempre pela manhã para desse tempo de secar (elas tem de secar!), usar um shampoo anti caspa pois previne a coceira e a descamação do couro cabeludo, usei vitamina A junto ao shampoo e um tônico fortalecedor após a lavagem, passava condicionador apenas no comprimento das tranças para ficarem mais macias e cheirosas e por vezes também passava um pouco de vinagre de maçã. Bem simples e rápido.

Abaixo imagens dos produtos que usei:

Xampú anti caspa para tratar o couro cabeludo evitando a coceira e descamação do mesmo.
           Fonte da imagem: http://www.foodzu.com/head-and-shoulders-men-hair-retain-shampoo-170ml


                            Usei a linha de Arnica e Alecrim da Shambele Nutriminas

                             Dilui um pouco da Vitamina A da Crescenew no xampú dentro do borrifador

                                                Vinagre de maçã para manter os poros fechados!
                                        Fonte da imagem: http://www.minhavida.com.br/alimentacao

                           O tônico da Capicilin era utilizado no couro cabeludo após as lavagens
Fonte da imagem: http://www.lojasrede.com.br/produto/tonico-capilar-capicilin-antiqueda-20ml-124112

Esses foram os produtos utilizados durante os meus 2 meses com as tranças, em breve mostro o resultado do meu cabelo após retirá-las! 


Um beijo e até a próxima!!
Boa tarde!!

O post de hoje é para falar sobre uma marca que reconheceu que nós existimos, moda afro voltada para o nosso empoderamento! Quantas vezes você não quis além de ostentar o black, um visual legal que combinasse com ele? Uma frase de impacto, uma roupa que exprimisse aquilo que você sente após se aceitar? Pois ela existe, a TH MODAS!

Bati um papo super legal com o criador da marca, o empreendedor Tharlison Silva, que após investir em uma grife própria percebeu que nós negros, somos sim um grande público e mercado consumidor, dá uma olhada:

Não preciso nem falar o quando eu fiquei feliz com essa novidade não é?! Principalmente (e fundamentalmente) porque os preços são acessíveis! Já cansei de ir em eventos (sim, porque só encontramos moda afro em eventos praticamente) encontrar roupas incríveis mas não poder levar pelo preço (blogueira pobre).

Olha só uma pequena amostra das peças disponíveis:









E não são só blusas e camisetas, a marca também investiu em fronhas de cetim!!!


Gostou? Pois ela envia para qualquer lugar do país!!É só entrar em contato:

                                     Não esqueça de colocar o 9 antes do n° de celular!

Acesse também a loja online para ficar por dentro de todos os estilos e novidades www.thmodasmg.com.br

Gostou da ideia mas quer uma estampa exclusiva? Eles também fazem pra você!!!

O estilo da grife é variado então atende a todos os gostos:





Além de roupas, a grife trabalha também com bonés, luvas, gorros, alargadores e acessórios no geral!

 É ou não é uma super dica?! E aguardem pois virão mais novidades por aí!!!


Entrem em contato e façam seu orçamento, lembrando que as blusas estão em promoção!!!
Um super beijo e até a próxima!!!



Bom dia!!!

No último dia 26/06/16 aconteceu um evento super especial pra mim, o 1° Encontro Liblack-se. Mas por que, depois de tanto encontros este era especial? Porque este foi o primeiro que eu organizei e apresentei!!!
Após participar do ensaio de fotos para o projeto, onde relatei como foi neste post: Liblack-se, o criador e fotógrafo Jonathan Luis me convidou para ajudá-lo com a página no facebook, que só estava crescendo, e eu com muito prazer aceitei!
Logo depois surgiu a ideia do encontro, corremos atrás, suamos a camisa e depois de dois meses de planejamento ele aconteceu na ultima semana de Junho, e foi maravilhoso!

Para quem foi e quer relembrar ou para quem não pode ir e quer saber o que rolou, dá uma olhada no vídeo:


O evento contou com a participação de algumas blogueiras do Clube de Blogueiras Negras de BH, que se dispuseram a contar um pouco sobre suas experiências e deram super dicas para os cuidados com os black's, que eram muitos no dia!!

As blogueiras participantes foram: 
Vivi Olly do blog e canal Blackacheadas
Sheila Mathias do blog e canal Negras do Brasil
Amanda Santos do blog e canal Sem Cereja
Eu mesma!!haha

Além dos convidados Danilo Harlem   e João e Raisla, filhos da nossa querida Cida da Grife Afro NEGA BADU, que vocês já conhecem pois já passou por aqui, eles tem o canal O amor é tudo.

Tivemos também vários depoimentos emocionantes e afroempreeendedores com produtos incríveis, sorteios, além da cobertura do Jornal O TEMPO.

 Foi um dia realmente muito especial, vejam algumas fotos:








O Liblack-se surgiu como forma de empoderamento, surgiu para mostrar que você pode sim ter orgulho das suas raízes e sair com seu black power armado e lindo, e pra mim é um prazer fazer parte disso!!

Se você não conhece a página corra para curtir, todos os dias tem várias novidades por lá: facebook.com/liblackse

Gostaria também de agradecer ao Jonathan e a Yasmin pela orportunidade.
Um super beijo e até a próxima!!
 

Bom dia, o post de hoje é para falar sobre o desafio Inspire em 7 promovido pelo Clube de Blogueiras Negras de BH, ele consiste em montar 7 looks diferentes usando apenas uma peça como referência, um look para cada dia da semana! Usamos as hashtags oficiais #inspirem7 e #usedenovonegras, as blogueiras participantes foram: @mliviateodoro, @belezablackpower, @pretinhavaidosablog, @negrasdobrasil, @blackacheadas, @semcereja, @tha_angelica e @dannymendes10!

Agora vamos aos looks!!!

A peça que escolhi foi uma blusa da C&A maravilhosa e definitivamente a minha cara, uma Barbie Negra de Black Power! Eu gosto de roupas com um ar mais leve e descontraído e sim, encaixo esse tipo de roupa em vários visuais, dá uma olhada:

No primeiro dia a composição foi feita com uma legging preta (que todas temos em casa), maxi colar, sneaker e óculos de sol!!

No segundo dia escolhi um short jeans (que todas tem também, rsrs), pulseiras e sapatilha, bem descontraído!


Para o terceiro dia o look foi composto com short preto e meia calça (adoro essa combinação), botas, cardigan e touca, já que o frio chegou com tudo!!!
No quarto dia o look já foi mais sério, blazer, calça social, óculos de grau e maxi colar fizeram a composição!
No quinto dia a nossa querida calça jeans entrou em cena, sapatilha de petit poá e blazer (que joguei nas costas pois nesse dia saiu um solzinho) óculos de sol e pronto!
No sexto e penúltimo dia  o look foi composto por saia midi, sapatilha, jaqueta de couro fake e maxi colar! 

 No último dia o cenário mudou (devido aos vizinhos, rsrs), escolhi uma calça colorida (vermelha), sapatilha (deu pra perceber que adoro né?!) e maxi colar (sem comentários)!

Esse desafio serviu pra mostrar que usamos sim nossas roupas até acabarem, que não é necessário esse consumismo desenfreado e que dá pra montar vários visuais com apenas uma peça coringa!! 

Espero que tenham gostado!!
Super beijo e até a próxima!